Return to News Categories

ALL NEWS SECTIONS:
MOST POPULAR SECTIONS:
Cattle - Hogs / Livestock News Currencies News Energy News Grain News Index News Interest Futures News Metals Futures News Reports: Crops, CFTC, etc Soft Commodities News

Futures and Commodity Market News

ACONTECEU HOJE: Confira as principais notícias publicadas nesta 3ª-feira

Dec 03, 2019 (Grupo CMA via COMTEX) --

MERCADO O Ibovespa fechou com ligeira alta de 0,02%, aos 108.956,02 pontos, voltando a esboçar uma recuperação no fim do pregão sustentado pelos papéis do Banco do Brasil, que refletiram uma notícia de possível privatização do banco. Investidores também ficaram animados hoje com o Produto Interno Bruto (PIB) levemente acima do esperado, o que ajudou o índice a mostrar resiliência diante de um cenário externo mais negativo em função de novas preocupações com a guerra comercial. O volume total negociado foi de R$ 17,3 bilhões. Os principais índices do mercado de ações norte-americano terminaram o dia em queda, depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sugeriu que a guerra comercial com a China se estenderá para 2020. O Dow Jones caiu 1,01%, a 27.502,81 pontos, o Nasdaq Composto caiu 0,55 %, a 8.520,64 pontos, e o S&P 500 teve baixa de 0,66%, a 3.093,20 pontos. O dólar comercial fechou em queda de 0,26% no mercado à vista, cotado a R$ 4,2070 para venda, no segundo pregão seguido de queda e no menor valor de fechamento em dez dias, influenciado pela euforia do mercado doméstico com o resultado acima do esperado do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro a 0,60%, diante projeção de +0,50% no terceiro trimestre do ano em relação ao trimestre anterior. As taxas dos contratos futuros de juros (DIs) encerraram a sessão em queda, mantendo a trajetória exibida desde a abertura do pregão, em reação aos números melhores que o esperado do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil no terceiro trimestre deste ano, o que não inibiram as apostas de novo corte na Selic neste mês. O movimento foi beneficiado pela queda do dólar e ocorreu apesar da escalada da tensão comercial no exterior. Ao final da sessão regular, o DI para janeiro de 2020 ficou com taxa de 4,609%, de 4,641% no ajuste de ontem; o DI para janeiro de 2021 encerrou em 4,71%, de 4,75%; o DI para janeiro de 2023 terminou projetando taxa de 5,90%, de 5,96% após o ajuste anterior; e o DI para janeiro de 2025 ficou em 6,49%, de 6,57%, na mesma comparação. No mercado de câmbio, o dólar à vista caía, orbitando ao redor da faixa de R$ 4,20. BRASIL ABRAFRIGO: Exportação de carne bovina cresce 14% em novembro a 180,2 mil t Os frigoríficos brasileiros exportaram 180,251 mil toneladas de carne bovina em novembro, alta de 14% em novembro, na comparação com o mesmo mês de 2018. Em valores, o crescimento foi de 37%, atingindo US$ 845 milhões, informou a Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo). PETROBRAS: Banco Norueguês tira cia da lista de empresas sob observação O Banco Norueguês retirou a Petrobras da lista de empresas sob observação, e a empresa voltou a ser elegível para receber investimentos do fundo norueguês. SENADO: MP do agro volta a ser discutida nesta quarta-feira A comissão mista que analisa a Medida Provisória 897/19, conhecida como MP do Agro, concedeu vista para o relatório do deputado Pedro Lupion (DEM-PR). A MP modifica as regras de acesso ao crédito rural para ampliar as garantias oferecidas pelo produtor ao banco que concede o financiamento. CONGRESSO: Sem PLN para derrubar vetos pode haver sessão amanhã - Bezerra Se o projeto de lei do Congresso Nacional (PLN) prometido pelo governo com o objetivo de derrubar vetos à Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) não for enviado hoje, será agendada uma sessão extraordinária do Congresso para avaliar a matéria amanhã, disse o líder do governo no Senado Federal, Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). CÂMARA:CMO aprova projeto que eleva em R$7bi as receitas no PLOA 2020 A Comissão Mista de Orçamento aprovou o relatório do senador Zequinha Marinho (PSC-PA), que eleva em R$ 7 bilhões a estimativa das receitas totais da União no Projeto de Lei Orçamentária para o exercício financeiro de 2020. A medida abre espaço para aumentar despesas até o limite do teto de gastos. TESOURO: Estou decidido a continuar no tesouro nacional - Mansueto O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou que está "decidido a continuar no Tesouro Nacional". Ele afirmou ainda que ministro Paulo Guedes é o último com que ele irá trabalhar e que, caso haja, alguma perspectiva de ele deixar o governo isso será comunicado com antecedência para que se possa fazer a transição. SENADO: Maj Olímpio sugere obstruir pauta p/ debater prisão em 2 instância O senador Major Olimpio (PSL-SP) levantou a possibilidade de parlamentares membros da Frente Parlamentar Mista em Defesa da Prisão em Segunda Instância, lançada hoje, obstruírem as pautas em votação até que o parlamento tome uma posição em relação ao tema. Tanto a Câmara dos Deputados quanto o Senado discutem o assunto. COSAN: Raízen participa do processo de venda de refinarias da Petrobras A Raízen Combustíveis, do conglomerado Cosan em parceria com a Shell, está participando do processo de venda de refinarias pela Petrobras, afirmou o diretor Financeiro e de Relações com Investidores, Marcelo Martins, durante teleconferência. CÂMARA: CCJC deve votar PEC que altera regra de ouro nesta quarta-feira A Comissão de Constituição e justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados (CCJC) suspendeu, com base em acordo de líderes, a sessão de votação da proposta de emenda à Constituição (PEC) 438/2019, que dispõe sobre dispositivos para conter o crescimento de despesas obrigatórias e modificar a chamada "regra de ouro", para esta quarta-feira (4). PETROBRAS: Empresa aumentará em 2% preço do diesel nas refinarias A Petrobras confirmou que aumentará a partir de amanhã o preço do diesel rodoviário S10 e S500 em 2% nas refinarias. O preço da gasolina permanece inalterado em relação ao que é praticado hoje. ANEEL: Agência reduz multa da Eletronorte por blecaute no Norte e Nordeste A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) reduziu a multa da Eletronorte, subsidiária da Eletrobras, de R$ 3,9 milhões para R$ 2,772 milhões, referente ao blecaute ocorrido em todas as regiões do país, especialmente no Norte e Nordeste em março do ano passado. MUNDO OTAN: Ascensão da China traz ameaças para a segurança, diz secretário-geral A ascensão da China pode ter consequências para a segurança, disse o secreta-geral da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), Jens Stoltenberg, embora ele não classifique Pequim como uma inimiga da aliança. EUA: Vendas de fabricantes de automóveis sobem em novembro As fabricantes de automóveis do mercado norte-americano apresentaram alta nas vendas no mês de novembro. Confira os números individuais das empresas. Todas as variações percentuais são calculadas ante o mesmo período do ano passado. IRÃ: Ministro diz que país não pretende sair de acordo nuclear O Irã não pretende se retirar do Plano de Ação Conjunto (JCPOA, sigla para o acordo nuclear), apesar de continuar reduzindo seus compromissos no âmbito do acordo, afirmou o vice-ministro das Relações Exteriores do país, Seyed Abbas Araghchi. As informações são da agência de notícias "Sputnik". ALEMANHA: Problemas em coalizão de Merkel colocam país no limbo-DJ News A revolta no parceiro júnior da coalizão da chanceler da Alemanha, Angela Merkel, deve dificultar o trabalho do governo nos próximos meses, ameaçando as perspectivas da Alemanha de retomar a liderança política do continente, políticos e especialistas alertaram. As informações são da agência de notícias "Dow Jones". EUROPA: Comissão diz estar coordenada com a França sobre impostos dos EUA A Comissão Européia está em estreita coordenação com a França em relação às ameaças dos Estados Unidos e seus questionamentos sobre o imposto digital de Paris, afirmou Daniel Rosario, porta-voz da comissão de Comércio. As informações são da agência de notícias "Sputnik". EUA: Secretário de Comércio acusa Brasil de manipulação cambial O secretário do Comércio dos Estados Unidos, Wilbur Ross, acusou o Brasil de manipulação cambial, e disse que a situação do país e da Argentina, que tiveram seus produtos de aço e alumínio taxados, não tem relação com a disputa comercial com a China. TRUMP: Queremos acordo com a França sobre as tarifas digitais O presidente norte-americano, Donald Trump, classificou a disputa sobre uma tarifa francesa aos serviços digitais como "menor" e disse que a situação pode ser resolvida. TRUMP: Espero pela votação do USMCA pelo Congresso dos EUA O presidente norte-americano, Donald Trump, disse que espera uma aprovação rápida do Acordo Estados Unidos México Canadá (USMCA, na sigla em inglês) pelo Congresso norte-americano e voltou a acusar a oposição democrata de bloquear a votação do pacto. TRUMP: Canadá não obedece contribuição à Otan em sua totalidade Em sua campanha de pressão aos membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), o presidente norte-americano, Donald Trump, disse que o Canadá não cumpre com os 2,0% de seu Produto Interno Bruto (PIB) em ajuda financeira à aliança. TRUMP: Alemanha deveria cumprir meta da Otan p/ evitar problema no comércio Os Estados Unidos devem continuar protagonizando guerras comerciais pelo mundo. Além das disputas com a China e com a União Europeia (UE), agora a Alemanha pode ser alvo das tarifas norte-americanas. Isso porque o presidente norte-americano, Donald Trump, quer usar o peso de Washington no comércio global para pressionar os países a contribuir mais com defesa. TRUMP: Ou teremos um bom acordo com a China ou não teremos acordo O presidente norte-americano, Donald Trump, voltou a dizer que não assinará qualquer acordo comercial que não beneficie os Estados Unidos, indicando que Washington e Pequim estão em fase crucial de negociações. Copyright 2019 - Grupo CMA

Please read the End User Agreement.
By accessing this page, you agree to the terms and conditions of the End User Agreement.

News provided by COMTEX.


Extreme Futures: Movers & Shakers

Hottest

Actives

Gainers

Today's Hottest Futures
Market Last Vol % Chg
Loading...

close_icon
open_icon