Sections
Return to News Categories

ALL NEWS SECTIONS:
MOST POPULAR SECTIONS:
Cattle - Hogs / Livestock News
Interest Futures News
Metals Futures News
Reports: Crops, CFTC, etc
Soft Commodities News

Futures and Commodity Market News

CÂMBIO: Dólar amplia ganhos em cautela local, atento ao exterior

Nov 20, 2020 (Grupo CMA via COMTEX) --

São Paulo, 20 de novembro de 2020 - O dólar comercial ampliou os ganhos frente ao real e busca o nível de R$ 5,40 exibindo um viés de cautela local em meio à falta de sinalização para o cenário fiscal, além de um movimento de correção após as perdas recentes da moeda. Lá fora, o dólar ganha da maioria das moedas pares e de países emergentes e o exterior segue no radar dos investidores. Às 15h08 (de Brasília), a moeda estrangeira avançava 1,18%, cotada a R$ 5,3760 para venda no mercado à vista, após renovar máximas a R$ 5,3930 (+1,49%). O contrato para dezembro tinha alta de 1,31%, a R$ 5,3770. Lá fora, o Dollar Index subia 0,11%, aos 92,400 pontos. As principais moedas de países emergentes operavam mistas, com o peso mexicano em alta ao redor de 0,4%. A economista-chefe da Veedha Investimentos, Camila Abdelmalack, ressalta um viés de correção do real ao "se beneficiar" de uma forte entrada de fluxo estrangeiro na bolsa de valores nos últimos, o que levou a moeda norte-americana a fechar ontem no menor nível em dois meses. "Além de se beneficiar com a atuação do Banco Central no início da semana para evitar o 'overhedge'", comenta. Ela reforça que o exterior corrobora para a alta da moeda após as falas do secretário do Tesouro, Steven Mnuchin, no qual declarou que se reunirá nas próximas semanas com os democratas para discutir um pacote de estímulo fiscal direcionado. Além de afirmar que a decisão do Tesouro em não estender vários programas que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) implementou este ano para mitigar os efeitos da crise provocada pela pandemia e expiram em 31 de dezembro, não foi uma decisão política. "A questão é que tem muita gente dando declaração e fazendo pouco. Como aqui, por exemplo. Ontem, o [ministro da Economia] Paulo Guedes citou usar as reservas cambiais para reduzir a dívida pública. Declaração que traz um certo temor ao mercado, principalmente, em um momento em que se discute a independência do Banco Central", avalia a economista. Para o economista-chefe da Infinity, Jason Vieira, Guedes já não consegue mais "contaminar" o mercado com otimismo e soluções fáceis para os difíceis problemas do país. "Os investidores até gostam de ouvir o ministro, porém, quando [ele] fala de uso de reservas [cambiais] para diminuir a dívida pública acende um alerta amarelo sobre a real situação fiscal do país", destaca. Flávya Pereira / Agência CMA Copyright 2020 - Grupo CMA

comtex tracking

Please read the End User Agreement.
By accessing this page, you agree to the terms and conditions of the End User Agreement.

News provided by COMTEX.


Extreme Futures: Movers & Shakers

Hottest

Actives

Gainers

Today's Hottest Futures
Market Last Vol % Chg
Loading...

close_icon
open_icon