Sections
Return to News Categories

ALL NEWS SECTIONS:
MOST POPULAR SECTIONS:
Cattle - Hogs / Livestock News
Interest Futures News
Metals Futures News
Reports: Crops, CFTC, etc
Soft Commodities News

Futures and Commodity Market News

IBOVESPA: Indice fechou em baixa seguindo exterior e pressionado por bancos

May 04, 2021 (Grupo CMA via COMTEX) --

São Paulo, 4 de maio de 2021 - O pregão de hoje foi praticamente todo em queda, apenas nos primeiros negócios do dia a Bolsa ensaiou operar em terreno positivo, mas não sustentou. Assim que abriu Nova York, a perda se instalou e mais perto do fechamento acentuou o recuo. O Ibovespa fechou em queda de 1,25%, aos 117.712,00 pontos. A mínima foi de 117.630,62 pontos e a máxima de 119.293,42 pontos. O giro financeiro foi de 29,2 bilhões. O principal índice da B3 acompanhou o movimento negativo dos índices acionários em Nova York que caíram por realização de lucros, e no Brasil os papéis do setor financeiro também pressionaram o Ibovespa, principalmente do Itaú, após o desempenho de ontem devolveram os lucros. As bolsas norte-americanas Nasdaq e S&P 500 encerram em baixa de 1,88% e 0,66% respectivamente. O índice Dow Jones mudou de direção e registrou ganho de 0,06%. Os papéis do setor financeiro caíram: Itaú (ITUB4) perderam 4,26%; Bradesco recuaram (BBDC 3 BBDC4) 3,05% e 3,01%, respectivamente; Santander (SANB11) baixaram 2,72% e Banco do Brasil (BBAS3) apontaram retração de 1,27%. Na avaliação de Bruno Komura, estrategista de renda variável da Ouro Preto Investimentos, no mercado externo está ocorrendo uma rotação entre as áreas. "Os setores que se beneficiaram com a pandemia e subiram bastante, como o de tecnologia, agora estão realizando os lucros. Os investidores estão saindo desses papéis e migrando para as ações que perderam como de varejo e bancos", comenta. Outro fator que ajudou na queda foi o adiamento da leitura do relatório da reforma tributária, na comissão mista do Congresso, pelo deputado e relator da proposta Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) para o dia 11 de maio, disse uma fonte que não quis se identificar. Uma fonte afirmou que o comentário da secretária do Tesouro norte-americano, Janet Yellen, afirmando que pode aumentar os juros para que não haja superaquecimento da economia também "ajudou na queda dos índices", comentou a fonte. O mercado esteve atento ao depoimento do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, que segue no Senado. "O depoimento do Mandetta pode ter afetado o mercado, mas as respostas nesta linha que adotou já eram esperadas", afirma o estrategista de renda variável da Ouro Preto Investimentos. Hoje ainda será ouvido o ex-ministro Nelson Teich e Eduardo Pazuello irá depor em 19 de maio. Soraia Budaibes / Agência CMA Copyright 2021 - Grupo CMA

comtex tracking

Please read the End User Agreement.
By accessing this page, you agree to the terms and conditions of the End User Agreement.

News provided by COMTEX.


Extreme Futures: Movers & Shakers

Hottest

Actives

Gainers

Today's Hottest Futures
Market Last Vol % Chg
Loading...

close_icon
open_icon